JCast #130

Rant: Rebecca Black e Guerra dos Tronos
Review: Royal Space Force: The Wings of Honneamise
Feedback: Vivian R, Rodrigo MSN, Ananias Lopes, Rodrigo Capucho, Raphael Soma e Doraemon

Participantes: Darkonix e Laivindil

O resto do mundo parece ter murchado nos anos 80. Todos estavam preocupados demais em manter seus cabelos volumosos e suas ombreiras no lugar e ninguém se importava muito com bom entretenimento e música de qualidade. Eles estavam pensando no futuro, lógico. Se não fossem nossos queridos companheiros de mullet, hoje não nos divertiríamos tanto com a nostalgia das produções da época, ao mesmo tempo em que agredecemos aos céus o fato de que não vivemos mais naquela década de merda.Lógico que nem tudo foi cocô nos anos 80: para muitos, ali aconteceu o auge da animação japonesa. Por mais limitadas e presas ao passado que essas pessoas sejam, seus argumentos não são de todo vazios: muita coisa que aconteceu nos anos 80 definiu gêneros e estabeleceu padrões até hoje não superados. Hoje falaremos um pouco sobre uma dessas produções seminais, além de colocarmos em dia a fofoca com os ouvintes e leitores do blog. Curtam essa edição, enquanto eu fico torcendo para que mini-blusas masculinas jamais sejam moda de novo.

(00:00:33-00:09:48) Rant: Rebecca Black e Guerra dos Tronos

Foi primeiro de abril e nós não postamos nenhuma notícia mentirosa. Grandes poderes geram grandes responsabilidades. Somos tão influentes no nicho otaku nacional, que qualquer comentário jocoso nosso poderia se tornar verdade instantaneamente. Isso é perigosíssimo na nossa mão. Bastaria apenas uma notícia mentirosa para que tivéssemos AV’s de manhã ou Saber J na Tv Globinho. Muitas crianças jamais se recuperariam do trauma. Melhor deixar isso para sites mais profissionais e menos influentes. Ah, e tentem ler Crônicas de Gelo e Fogo antes da série da HBO. Só se lembrem de comer entre os capítulos, para que não morram de fome. E lembrem que toda a complexa mitologia ali descrita não cai no vestibular. Não se esforce muito.

Sério? Devora essa merda com a Wiki aberta do lado, é muito mais interessante do que qualquer coisa que te ensinarão na escola. Parafraseando Craig Ferguson: Pais, aguardamos ansiosos as suas cartas.

Trilha: Rodrigo y Gabriela – Rodrigo y Gabriela

(00:10:15-01:00:30) Review: Royal Space Force: The Wings of Honneamise

Como eu dizia lá em cima, se você ainda estiver acordado, os anos 80 produziram várias boas coisas e uma delas foi o estúdio Gainax. Fale o que for da atual produção do estúdio, mas o fato é que eles começaram de uma forma peculiar: somos jovens, somos fãs, não temos distrações sexuais, ganhamos uma nota preta da Bandai, vamos fazer um fucking filme! E esse longa é Wings of Honneamise. Nem todos podem estar tão apaixonados assim por seu trabalho. Às vezes o julgamento do autor fica prejudicado. Esse anime prova, no entanto, que nem sempre dar total controle de uma produção a um bando de loucos é uma coisa ruim. Às vezes a gente tem um Sucker Punch da vida, mas faz parte. Coloquem seus capacetes, entrem em seus módulos espaciais prestes a explodir, esqueçam a fé nos bons valores da humanidade e ouçam o podcast. Não tem que ser nessa ordem, como sempre. Você pode até pular a última parte.

http://www.youtube.com/watch?v=XFGo041te08

Trilha: GO!GO!7188 – Go!!GO!GO!Go!!

(01:00:52-01:47:46) Feedback

Parental Discrection is Advised. Não, sério. Você não está entendendo. Enquanto outros podcasts tentam manter seus blocos de e-mail bem contidos e concisos, já que é a parte mais chata para muitos, nós enfiamos no seu rabo 50 minutos deles. E nem tem tantos e-mails assim. Adoramos tanto o som da nossa voz. A única coisa que gostamos mais, é o som da nossa voz enquanto jogamos fora qualquer traço de dignidade. Claro que você sai ganhando, já que TODOS ADORA o Jcast produzindo momentos de vergonha alheia. Claro que nem tudo são flores. Nós também comentamos certas coisas muito sérias e colocamos um ponto final em um dos maiores mistérios do podcast. E não estou falando de nossa sexualidade.

Com os emails de Vivian R, Rodrigo MSN, Ananias Lopes e Rodrigo Capucho, além dos comentários de Raphael Soma (nbm²) e Doraemon.

Trilha: Janne Da Arc – Z-HARD

A gente não estava bêbado nesses emails. Muito menos usamos de drogas ilícitas. Oxigênio já o suficiente para nos inebriar. Mandem seus emails e mais desenhos do Exú Caveirinha (recebemos alguns) para [email protected], e nos visite em www.jcast.com.br caso estejam nos ouvindo na Kombo. Até semana que vem!

01:28:14-02:06:26

JCast #129

Rant: Novelas e Rebelde Brasil
Papers: Yuru-Kyara
Review: Hebi ni Piasu (Cobras e Piercings)

Participantes: Darkonix e Laivindil

Boom, Boom, Boom, let me hear you say way-ooh!!! Março vai embora, e mesmo de luto por sua partida, batemos nosso ponto semanal aqui no JCast. Como 2011 está indo para vocês? Se seu emprego é vestir uma enorme e felpuda fantasia ridícula e ficar rebolando por aí independente da estação do ano, não precisa responder. É óbvio que seu 2011 deve estar uma total e completa MARAVILHA! Não deve existir nada mais divertido. Além do mais, ninguém te reconhece. Você pode inventar que trabalha fazendo coisas chatas atrás de um balcão chato. Mal sabem eles que tudo o que você quer é correr de volta para sua fantasia que cheira a mofo, cerveja, urina e tem extremidades queimadas de cigarro. E é aproveitando esse clima decadente oculto por trás de uma aura de bem-aventurança que introduzimos o “Cobras e Piercings”. E é aproveitando esse título de novela das sete que nós ainda discutimos várias bobagens envolvendo novelas. E o círculo se fecha. Fora da ordem cronológica. JCast subvertendo e criando fendas no espaço-tempo.

(00:00:38-00:20:30) Rant: Novelas e Rebelde Brasil

Anahí deve estar se revirando no túmulo. Ou estaria, se estivesse morta. Calma, deixa eu ver isso no google… Ok, ela está viva. Reformulando: Qualquer membro morto da produção de Rebelde deve estar se revirando no túmulo. Sim, os vivos devem estar muito felizes e cheios da grana. A Cris Morena, argentina que bola essas novelas que duram 5 anos e têm músicas no meio, não tem nada pra reclamar. Só fã idiota mesmo. De qualquer forma, se você ainda vê novela, comece um processo de reabilitação urgente. Comece trocando novelas brasileiras por portuguesas. Vai doer, mas é por uma boa causa.

JWave #40: Dragon Ball – parte 1 (Com a participação especial do sumido do Luan!)
Anikencast #006 – Histórias de um Passado Animístico

Trilha: Ishii Akemi – Fanatique

(00:21:00-00:46:45) Papers: Yuru-Kyara

Leiam o post a respeito. Depois escutem o bloco que complementa o post e até contradiz. Não por algum exercício metalinguístico, mas por confusão mental mesmo. O JCast não acredita em coerência quando você vive num mundo incoerente. É o Caos do Raciocínio Livre. É todo um movimento nascendo enquanto digito essas palavras. É a sensação chata de já ter feito essa piada antes. É o desespero de já ter gasto várias linhas e nenhuma delas ter relação com o assunto o bloco. Enfim. Mascotes no Japão, seu simbolismo, sua importância, seu lugar na sociedade. Eles têm muito mais camadas do que você pode pensar a princípio. Não julgue um livro pela capa. E não imagine se o ator ali dentro está com ou sem cueca. Certas coisas demoram muito para sair do pensamento.

JCast – Fofos e Lucrativos
Wish you ARE here
Sento-kun X Manto-kun
Sento-kun Vs. 30 characters
Hikonyan

Trilha: GO!GO!7188 – Go!!GO!GO!Go!!

(00:47:15-01:28:53) Review: Hebi ni Piasu (Cobras e Piercings)

Primeiro presente que comentamos no podcast. O Beck_Nana mandou e como prometido, cá estamos analisando esse interessante e perturbador livro. Não é uma obra sobre sadomasoquismo. Mas falamos muito dessa parte, então pode gerar essa impressão. É que falamos também sobre a versão cinematográfica da obra, e a protagonista é muito bonita. Mais ainda com as mãos amarradas e choramingando. Fiquem calmos, é de mentirinha. Já vi fotos da atriz, após as filmagens, ela estava muito feliz. Se não foi de mentira, então ela gostou, é um caso de Win-Win. No mais, mergulhe de novo na insegurança de uma geração e em suas formas pouco ortodoxas de auto-afirmação. E não façam Split Tongue. Melhor colocar aqueles chifrinhos subcutâneos.

Trilha: Chara – Kiss

Trilha: Chara – Honey

Dezenas de edições depois e o JCast resolve voltar a tentar ser interativo, vamos ver quem vai entrar nessa. Mandem seus emails, desenhos do Yuru-Kyara do Exú Caveirinha nipônico e vídeos de sua visita ao Sebo do Messias para [email protected], e nos visite em www.jcast.com.br caso estejam nos ouvindo na Kombo. Até semana que vem!

01:28:14-02:06:26

JCast #128

Rant: Obama no Brasil, jabá e a falta de Madoka Magica
Papers: Terremotos e a Arquitetura Japonesa
Trend: Grande Terremoto de Touhoku
Review: Tokyo Magnitude 8.0

Participantes: Darkonix, Laivindil, Sofia e Yohan

Timing perfeito. Mal comentamos sobre terremotos semana passada, como quem não quer nada, e acontece novamente. Dessa vez é só o maior da história. Só que por mais que queiramos nos preocupar, a calma dos japoneses é irritante. Queremos ver histeria, choro, perda e sofrimento. Não tem tom de voz apocaliptico que segure muito tempo o clima épico e sem esperanças que a mídia precisa vender. Infelizmente então, sobrou para nós do Jcast a missão de garimpar informações e tentar deduzir o que diabos realmente está acontecendo por lá, sem deixar de revisitar tremores antigos e de respeito. Todos sabemos que o Japão é todo voltado para essa coisa de respeito aos ancestrais. Nada melhor do que falar um pouco dos Terremotos-Sama de ontem, de hoje e de sempre. Pra fechar o ciclo, como temos TOC e tudo precisa ter a simetria narrativa perfeita, encerramos com o review de uma singela e tocante obra chamada Tokyo Magnitude 8.0.

(00:00:26-00:05:50) Rant: Obama no Brasil, jabá e a falta de Madoka Magica

Obama no Brasil, Yohan revoltado com a falta de Madoka Magica e ninguém se importa com as questões relevantes de verdade, como o absurdo que é o uniforme da Mulher Maravilha em seu novo Live Action. Pense em Power Rangers pornô.

Agenda Cultural 26 – O Proibidão
Revista Neo Tokyo nº 61

Trilha: Yoko Kanno – Wolf’s Rain OST 1

(00:06:08-00:26:12) Papers: Terremotos e a Arquitetura Japonesa

Uma geral nos terremotos passados e na evolução forçada da arquitetura japonesa, cada vez mais preparada para os golpes baixos de Gaia. Eu amo meu planeta, acho ele muito sexy, mas quando o fofinho acorda de mal humor… nos lembramos que somos apenas grãos de poeira cósmica. JCast hoje está todo bicho-grilo.

Trilha: Yoko Kanno – Wolf’s Rain OST 1

(00:26:35-01:08:48) Trend: Grande Terremoto de Touhoku

Uma grande tragédia se abateu no nosso querido Japão e os olhos do mundo se voltam apreensivos para o frágil arquipélago. Enquanto as emissoras de TV torcem por uma grande explosão nuclear, nós e o Nuclear Boy tentamos explicar que a coisa não é tão simples. Paradoxalmente, a coisa é até mais tranquila do que se pensa. Claro que no fim das contas podemos estar completamente errados, iludidos pela perfeita Poker Face dos nipônicos. Vamos torcer para não ser esse o caso.

Tsunami – Antes e Depois
FYI: How Does Nuclear Radiation Do Its Damage?
How Nuclear Reactors Work, And How They Fail

Doações
Cruz Vermelha Brasileira
Cruz Vermelha Americana
Exército de Salvação
Visão Mundial
GlobalGiving

Trilha: Yoko Kanno – Wolf’s Rain OST 1 e 2

(01:09:29-01:45:43) Review: Tokyo Magnitude 8.0

Esse é mais um anime do Noitamina e segura orgulhosamente a boa tradição desse bloco. Também está sendo reprisado atualmente no Japão, o que é uma grande ironia do destino. Para completar a temática catástrofe, a gravação em si desse podcast foi desastrosa. Por isso que a Sofia surge no começo, some, e participa rapidamente no final do bloco. Desculpe-nos Sofia. Provavelmente os deuses acharam que fomos longe demais. No geral, descubra conosco como um terremoto pode curar o aborrecente dentro de você.

Trilha: Koh Otani – Tokyo Magnitude 8.0 Original Soundtrack

Essa edição do JCast assumiu fácil, fácil o posto de mais conturbada, só não sendo superada pela vez em que eu tive dengue. Pelo menos combinou com o clima de catástrofe. Ah, pra quem está se perguntando, a música no final é Kimi de ite, Buji de ite, composta e cantada pela insuperável Yoko Kanno, para arrecadar fundos e doar pra quem tá precisando. Mandem emails para [email protected], nos visitem em www.jcast.com.br caso estejam nos ouvindo na Kombo e até semana que vem!

01:28:14-02:06:26

JCast #127

Rant: Charlie Sheen, Sitcoms e Gnomeu e Julieta
Review: Perfect Blue
Goes Off: Black Swan
Goes Off: Bonus Track – Oscar 2011

Participantes: Darkonix, Laivindil e Valéria Fernandes

Os Oscars já se foram mas ainda podemos sentir seu cheiro. Esse especial poderia ter saído antes, mas se nós estivéssemos em dia com as tendências mais modernas perderíamos nossa identidade. Assim sendo, hoje fazemos esse confronto de Titãs. Perfect Blue do saudoso Satoshi Kon e Cisne Negro do ainda não saudoso Darren Aronofsky. Será que um é remake/imitação descarada/homenagem do outro? Para nos ajudar a descobrir esse enigma convidamos a Valéria do Shoujo Café e do Shoujocast. O papo rendeu tanto que até ganhamos um bloco extra/não planejado/super-em-voga-com-os-assuntos-do-momento-pra-variar. Como o dia está corrido e tem episódio atrasado de Madoka Magica pra assistir, vamos direto aos negócios.

(00:00:33-00:16:26) Rant: Charlie Sheen, Sitcoms e Gnomeu e Julieta

Charlie Sheen é um exemplo. Se você quer destruir sua vida, esse é o caminho. Não tem que ser tudo tão deprimente e chato. Acompanhar estrelas decadentes na TV já não era mais divertido, até que Sheen chegou para revitalizar o conceito. É basicamente o que indústria já faz com seus remakes e relançamentos. Em breve faremos a mesma coisa. Sairemos falando qualquer merda que vier na cabeça, faremos alegações que beiram a ilegalidade e daremos vexame no podcast dos outros.

Ahn… ops.

PS: NÃO assistam Gnomeu e Julieta. E nem é por causa do Briggs.

Trilha: The Legend of Zelda – Ocarina of Time OST

(00:17:10-00:46:51) Review: Perfect Blue

Não se fala em outra coisa essa semana. O trágico terremoto no Japão está repercutindo pela mídia mundial, e sem querer falamos um pouco de terremotos nesse bloco. Não desse último, já que gravamos isso um pouco antes. A primeira obra-prima de Satoshi Kon só saiu como a conhecemos graças a um terremoto. Descubra nesse bloco como será o futuro de todas as 48 meninas do AKB.Aliás, essa seria uma trama perfeita para Perfect Blue 2.

Trilha: Perfect Blue – Original Soundtrack

(00:38:58-01:06:15) Goes Off: Black Swan

Algumas pessoas têm visto esse filme mais de 30 vezes. Será que ele é muito bom, será que demora pra entender, ou será que a cena de sexo entre a Portman e a Kunis é tão boa que merece ser apreciada muitas vezes para que decifremos seus significados ocultos? Bom, nenhuma dessas respostas é dada aqui, mas fazemos nossa análise habitual. E se geralmente conseguimos ir fundo até falando sobre as bochechas siliconadas da Joan Rivers, imagina com esse tema. Obviamente, como Aronofsky não está aqui para se defender, não acredite em nada que não tenha sido confirmado por ele antes. Caso não consiga encontrá-lo, fique com nossas opiniões. Elas são mais legais até pra se discordar.

(01:11:10-01:27:45) Comparação Perfect Blue X Black Swan, com alguns spoilers

Perfect Blue / Requiem For A Dream Bath Scene Comparison
Black Swan VS Perfect Blue
I Just Want to be Perfect

Trilha: Clint Mansell – Black Swan OST

(01:28:14-02:06:26) Goes Off: Bonus Track – Oscar 2011

O MTV Movie Awards é muito mais divertido. Era né, até Crepúsculo chegar e ficar ganhando todos os prêmios. Daí depois dizem que o Oscar é mais sério. Pessoas esquecem que no Oscar também são os mesmos filmes de sempre que ganham. A diferença é que ao invés de adolescentes histéricas votando temos velhinhos conservadores. De que lado você está? Te ajudamos a decidir nesse breve comentário sobre as aventuras e desventuras da cerimônia este ano.

Trilha: Sondre Lerche – Phantom Punch

Curioso comentarmos rapidamente sobre o até então catastrófico terremoto de Kobe nessa edição e poucos dias após a gravação acontecer esse desastre de Magnitude 9. Se o bater das asas de uma borboleta de um lado do mundo pode gerar um furacão do outro, é melhor tomarmos mais cuidado com nossas palavras daqui pra frente, antes que acabemos por destruir o Japão. E o resto do mundo também, dada a quantidade de besteira que a gente fala. Aliás, já que toquei no assunto, quem quiser ajudar pode doar para:

Cruz Vermelha
Exército de Salvação
Visão Mundial
GlobalGiving

Todos via cartão crédito internacional ou PayPal. Ah, você também pode comprar a pulseirinha “We Pray for Japan” da Lady Gaga, mas a grana que você vai gastar de frete teria melhor uso se adicionada à sua doação. Já quem quiser ajudar o JCast, mandem emails para [email protected], e nos visite em www.jcast.com.br, caso esteja nos ouvindo na Kombo. Até semana que vem!

01:28:14-02:06:26

JCast #126

Rant: DD Hokuto no Ken e Justin Bieber
Review: Puni Puni Poemi
Review: Okuribito
Review: Puni Puni Poemi

Participantes: Darkonix e Laivindil

Brrrrr. Friozinho começando aqui na região sudeste, nem vou falar muito senão o capeta escuta e manda o calor voltar. Não sei quanto ao resto do país, mas aqui estávamos precisando que nosso querio Hórus nos desse uma folga. E aí galera, tudo sussa com vocês? Final de semana de carnaval, olha só. Pra nós do Jcast isso significa mais tempo para colocar nosso entretenimento em dia. Entre guilty pleasures, séries e livros que estão na espera há muito tempo e estréias surpreendentes, sempre sobra tempo pra gravar mais um episódio do podcast. Percebam como em nenhum momento eu mencionei “trabalho”. Essa é aquela parte chata e inevitável, como o sono, que existe e está lá, mas não merece ser mencionada. Estamos trabalhando em revolucionárias formas de eliminar tais obstáculos. Ambos. Queria muito que café com coca-cola também ajudasse na questão do “trabalho”. Enquanto fazemos testes a esse respeito, ouçam-nos ir mais a fundo na cultura japonesa do que nenhum homem bem resolvido jamais foi.

(00:00:30-00:16:02) Rant: DD Hokuto no Ken e Justin Bieber

Justin Bieber cortou o cabelo, não ficou com cara de homenzinho mas valeu a tentativa. Uma coisa porém ele conseguiu: perdeu 80.000 seguidores no twitter.E não deve ser só mulher, tenho que dizer: e todos os playboys que mantinham um corte idêntico, que assumiram o secador e a chapinha como partes de seu masculino dia-a-dia, o que eles farão agora que tal corte vai sair de moda? E todos aqueles que pegaram tiques nervosos jogando seus cabelos para o lado? Eles farão o movimento, mas a franja não estará mais lá. Enquanto tentando decifrar como ficará o futuro da humanidade depois disso, podemos nos distrair com Hokuto no Ken em flash. Melhor do que o filme gringo, pelo menos.

Anikencast #005 – Otaku no Video

Trilha: The Cardigans – Been it/Lovefool

(00:16:49-00:38:33) Review: Puni Puni Poemi

Esse OVA não causa epilepsia como o episódio do Pokemon ou o clipe novo do Kanye West, mas é elétrico o suficiente. Fizemos uma experiência aqui: será que conseguiríamos falar mais rápido do que a Poemi? Infelizmente não deu muito certo. Foi tentado então um truque de edição, mas ficamos com medo de que todos pensassem que o Alvin estava apresentando o podcast. Oficializamos nossa derrota: Poemi consegue soltar mais referências por minuto do que nossos hosts jamais serão capazes de fazer. Isso é humilhante. No mais, embarque conosco nesse incrível e divertido anime.

Trilha: Puni Puni Poemi – Absolute Last CD

(00:38:58-01:06:15) Review: Okuribito

Oscars foram entregues semana passada e muita gente esquece que recentemente o Japão levou um pra casa. Summer Wars não conseguiu sua indicação esse ano, então o filme de 2008, A Partida aqui no Brasil, continua dono invicto do título. Tema um pouco macabro né. Corpses. Pela primeira vez falamos de cadáveres de verdade aqui. Não os que foram violentamente destroçados, ou os que ainda estão andando por aí. São corpos. De gente. Gente Japonesa. E que estão mortos mesmo, sem possibilidade de retorno. Não tem necromancer aqui não, meu velho. Por isso mesmo somos forçados a pensar nela. Ah vamos, vocês sabem. Não quero dizer… Ok…Na senhora Morte. Quem está de bem com ela levanta a mão. Enquanto isso, vamos analisar se essa singela produção mereceu ou não a estatueta.

Trilha: Okuribito Original Soundtrack

(01:06:58-01:21:50) Review: Puni Puni Poemi

Quando uma paródia cruza a linha do mal gosto? O que você curtia aos 13 anos sobrevive ao teste do tempo? Esse OVA protagonizado pela Loli mais faladeira do universo é um bom começo para analisar tais questões. Infelizmente não conseguimos falar tanto como a Poemi, mas pelo menos falamos coisas mais interessantes. Admitam: vocês trocariam qualquer piada japonesa sem graça do início do século por apenas uma de nossas confissões constrangedoras.

Trilha: Puni Puni Poemi – Absolute Last CD

Vocês sabem o que carnaval significa? Família toda na praia e o Darko sozinho em casa, consumindo entretenimento e curtindo o silêncio e a total ausência de seres humanos! Fiquem felizes por mim, mandem emails para o [email protected], e visite o www.jcast.com.br, caso você esteja nos ouvindo na Kombo. Até semana que vem!