JCast #201


Download

O que há por trás de uma lágrima? O que há por trás da fragilidade? O que há por trás do último adeus? O que há por trás quando acaba o amor? Essas não são perguntas reais, é apenas a letra de uma música do RBD que usei só pra ver me ajudaria a pegar no tranco e completar esse texto. Ajudou, me ganhou algumas linhas e uma vaga ideia do que vem depois. Acho que a falta de inspiração vem da pressão imposta pelo deadline. E aí você começa a investigar todos os seus males recentes para ver se consegue achar uma sofrência boa o bastante para servir de tema inicial, mas se pega remoendo as coisas de sempre. E provavelmente eu já falei de algumas dessas coisas antes. Por enquanto rola aquela ressaca moral que tem início em muitos fatores diferentes. Coisas que tu não fez e deveria ter feito, além das coisas que voce fez e não deveria ter feito, o que as vezes podem ser bem piores que seu oposto. Daí o melhor a se fazer nessas horas é estipular metas, fazer listas, pensar em coisas que tenham a ver com o futuro. Mudanças! Nao cometer os mesmos erros! Sentir que está se tornando uma pessoa melhor. Até que chega sexta e você toma vodka outra vez e cheira a noite toda pra depois não conseguir dormir e lembrar na ansiedade de sua insônia que perdeu o prazo pra fazer alguma coisa muito importante, justamente porque estava no supermercado comprando vodka. Isso foi só um exemplo, gente. Não aconteceu. Pelo menos não nessa ordem e no mesmo dia. Exagerei pra melhor efeito dramático e É O QUE HEIN? Para de me julgar! Você também tá desesperado! Todo mundo tá desesperado. É por isso que a gente usa Instagram. É por isso que somos racistas no twitter. A galera tá bem triste. Nossa daqui a pouco vou ter que colocar um trigger warning no começo do parágrafo. Vamos animar um pouco. E esse trailer de Aquaman, hein? Achei impressionante. É, to sem outros assuntos felizes então vamos pular pro nosso preview do verão japonês que tá imperdível. Não se esqueçar de por favor checar o seguinte disclaimer:

  • Eis aqui nosso preview dos melhores e piores animes que tão estreando
  • A gente ressuscitou o rant pra falar de Doctor Who
  • Não dava pra esperar
  • Temos títulos bem diversos dessa vez
  • Incluindo um anime sobre Badminton
  • Badminton tem bad no nome
  • Será que o anime é bom? Ouça e descubra
  • Aprendendo a vender o podcast
  • Melhor a gente fazer um canal no youtube, é lá que está o dinheiro
  • Kidding
  • Só no japão você vai achar uma história de mafiosos novinhos gays que não seja um pornô canastrão
  • Todo anime se leva um pouco a sério, não importa o absurdo da premissa
  • Você tem células e glóbulos antropomórficos trabalhando num corpo humano que parece uma cidade industrial
  • E O GLÓBULO BRANCO É SERINHO
  • Me deu um tesão
  • Temos temáticas das mais específicas, como fliperama no começo dos anos 90
  • Nessas horas baixa o executivo e eu fico me perguntando qual é o público alvo disso
  • Coincidentemente essa temporada falamos só de animes bem temáticos
  • Gostei disso, padrões me acalmam
  • Muitos artistas americanos estão correndo para apagar tuítes antigos
  • Alguns japoneses precisariam correr para apagar animes inteiros
  • Ainda bem que eles vivem num nicho com regras próprias
  • Que fim será que levou quem quer que tenha feito aquele mangá dos irmãos gêmeos que chupavam o pai de dentro do útero?
  • Eu acho melhor a gente apagar alguns dos textos desses podcasts. Por via das dúvidas
  • Gostei muito de Medicina, mas ainda prefiro Anitta em português.
  • Emails serão bem vindos em [email protected]

Nesse episódio:

  • Hataraku Saibou
  • Planet With
  • Shinya! Tensai Bakabon
  • Hanebado
  • High Score Girl
  • Banana Fish