JCast #206


Download

eEsse atrasou um pouco pois tava rolando um certo bloqueio e uma certa preguiça, talvez mais preguiça, o que por sua vez alimenta o bloqueio e no fim das contas tudo contribui então não importa qual dos dois veio primeiro; o resultado é que tudo atrasa e não estou falando da edição desse posview, mas da produção desse texto introdutório. E ainda não sei muito bem do que falar. Sim, ainda não vamos falar sobre aquele outro assunto. Não aqui, não desse jeito. Vai ter que fazer suar, precisa de honestidade e paixão, realismo e … eu não sei o que está havendo com minha biblioteca interna de adjetivos mas nenhum outro me ocorre, o que poderia ser algo ruim mas eu então tomo a decisão sábia e prática (adjetivos!) de imediatamente incorporar o bloqueio ao texto e ganhar o assunto que tanto desejava, provando assim, paradoxalmente, que não existe bloqueio nenhum. Preguiça sim, ela ainda é bem real. A preguiça é tão real quanto o sentimento de liberação que você sente quando, após meia hora perdida tentando decidir quais séries você quer CONTINUAR ASSISTINDO da sua lista da Netflix, finalmente decide assistir algo aleatório que você jamais havia considerado antes. Esse sentimento é quase tão bom quanto descobrir que a pessoa com quem você ia sair teve que cancelar e só o que te resta é ficar em casa. Assistindo a algo aleatório por não conseguir decidir o que assistir da sua lista. Que liberdade não precisar mais se arrumar, procurar documentos, tomar outro banho! Olha eu amo banhos. Mas as vezes você está bom o bastante pra ficar em casa longe de contato humano. Vocês me entendem. Olha, esse papo ficou constrangedor e eu não preciso passar por isso. Vai ouvir essa bosta logo e vê se dessa vez não esquece do disclaimer:

  • Gegege no Kitaro continua incrível, c tá sabendo?
  • Nunca antes na história da animação japonesa um anime manteve por tanto tempo a mesma qualidade.
  • Isso é obviamente uma estatística vazia baseada em dado nenhum, tirada do meu ânus mas eu não estou com a consciencia pesada já que aparentemente é assim que tem funcionado nesse país
  • Ge ge gegege no ge
  • Tava com saudade desse tema, confesso. Não ouvi ainda, mas tocou na minha mente enquanto eu escrevia e isso também não vinha ocorrendo.
  • High Score Girl pode entrar no clube Hiseki no Kuni de Cel Shading que não creeps me out
  • Now THAT’S a sentence Gen Xers won’t get
  • Anime nostálgico e fofo e os personagens não parecem action figures. SAI Berserk, tem vergonha não???
  • Lupin the III é outro que te deixa aflito. Você quer ver logo mas a vez dele nunca chega
  • Banana Fish reizinho ganhador incontestado de todas as coroas não fala mal do meu Eiji e do meu Ash, cuzão
  • Hataraku Saibou também é lembrado. Mas eu não lembro agora do que se trata. Guenta aí
  • AHHHHH cacete Cells at Work
  • Porra Darko, o nome é esse
  • Enfim, esse é outro que me dá nos nervos essa peste
  • É isso meus amores
  • Não esquece de se inscrever no canal e dar joinha antes de ouvir o podcast
  • A gente bem que podia ter futuro no youtube e ficar rico
  • Seríamos a dupla mais bem sucedida da história do youtube, e nem precisaremos provar esse factóide pois é assim que funciona nesse país, pelo visto
  • Prometemos aumentar a lista de animes assistidos em uma só temporada. O Laivindil promete. Ele só viu Banana Fish. E a versão original de House of Cards, que é assustadora
  • Queria muito que tivesse Banana Fish no Crunchyroll, mas Amazon levou a melhor
  • Now THAT’S another one
  • Cells at work prova que seu corpo é realmente um templo
  • Tava tentando uma forma legal de encerrar a lista. São 4 da manhã gente, pelo amor de Deus
  • OLHA terminei falando de Deus. Deveria ter começado assim também, já que aparentemente é assim que a gente tem feito por essas bandas

Nesse episódio:

High Score Girl
Lupin III Part V
Banana Fish
Hataraku Saibou
Gegege no Kitaro