JCast #154

Rant: Fright Night e promoção de Summer Wars definida!
Preview: Temporada de Outono de 2011

Participantes: Darkonix, Dri Sweetpepper e Yohan

Na filosofia hindu o tempo é conhecido como Kala, e a todos ele devora. Estamos sendo consumidos pelo tempo a cada segundo. Somos como pastilhas de vitamina C efervescentes humanas, dissolvendo lentamente dentro de um copo cheio de Kala. Por isso não podemos gastar nossos segundos preciosos trancados em nossos quartos, assistindo animes e séries, lendo mangás e comics e livros, pesquisando fotos de idols e jogando videogames. Precisamos sair ao ar livre, ralar o joelho, conhecer pessoas, pegar chuva. Mas só depois de conferir cada um dos animes da nova temporada. E ler cada review. E ouvir o nosso preview. E ficar horas e horas discutindo os méritos e deméritos de cada título. E checar se as séries Moe estão com Moe suficiente, se as comédias são engraçadas o bastante e se as de ação arrepiam de forma adequada. Aí sim, você sai e… ih, anoiteceu. Bem, sempre deixe pra amanhã o que você sabe que não fará nunca. Ouvir Jcast não está nessa lista.

(00:00:56-00:18:49) Rant: Fright Night e promoção de Summer Wars definida!

Não é o Laivindil quem escreve essas linhas introdutórias, é a entidade impessoal do Jcast. E essa entidade está puta, pois o Laivindil não pôde estar presente enquanto os participantes traidores desse podcast discutiam o novo A Hora do Espanto. É por isso que semana que vem falaremos sobre isso de novo. Pois a entidade impessoal quer muito saber o que o Laivindil achou do filme.

Como comentado, o Yohan decidiu que o dvd de Summer Wars será sorteado entre quem responder a nossa pesquisa. Então é isso: cliquem no link abaixo, respondam com sinceridade, e você corre o risco de ganhar o dvd duplo de Summer Wars da foto logo abaixo do link. Não, a Haruhi não está incluída no prêmio.

Pesquisa pra arrecadar fundos pro JCast

Trilha: Filipe Catto – Fôlego

(00:19:52-01:58:05) Preview: Temporada de Outono de 2011

É incrível, quando uma temporada começa ela já acaba. E outra lhe toma o lugar. É um ciclo sem fim. Essa temporada quase não sai, pois ninguém estava com saco pra passar novamente por todo aquele processo. Exceto o Yohan, mas ele não gasta suas horas com coisas fúteis como trabalho. O dever falou mais alto, no fim das contas, e cá estamos nós destrinchando os novos títulos, declarando de forma arbitrária quais valem a pena e quais não, o de sempre. Essa temporada é um pouco menor, então não será muito sofrido pra ninguém. Assim sendo, coloque seus torrents na prioridade máxima e veja se concorda ou não com a gente.

Nessa edição:

Maji de Watashi ni Koi Shinasai!!
Tamayura ~Hitotose~
Hunter x Hunter
Phi Brain: Kami no Puzzle

Kimi to Boku
Maken-Ki!
Persona 4
Kyoukai Senjou no Horizon
Chihayafuru

Trilha: Usotsuki Barbie – Nininini

Então, né, gente, mandem emails para [email protected], e até semana que vem!

JCast Reviews #32

Hayao Miyazaki está fora de controle. Ele chegou naquele ponto da carreira de um cineasta, em que qualquer coisa que fizer dará repercussão. Pessoas falarão mal, pessoas falarão bem, mas pessoas falarão e é isso que importa. Ele nem precisa do seu dinheiro. Seus trabalhos são sempre sucessos comerciais e agora ele tem a segurança de escrever e dirigir o que ele bem entender. Ou visualizar durante uma bad trip. Aposto que foi isso que gerou Ponyo. Darko é mais otimista e pensa que talvez um de seus filhos teria sugerido a idéia. Isso pode funcionar com Shyamalan e seu A Dama na Água, mas Miyazaki é japonês, velho e anti-tecnológico. A descrição exata de um usuário de daime.

(00:00:53 – 00:13:50) Introdução

“Se centenas de milhares de sóis nascessem ao mesmo tempo no céu, talvez seu resplendor pudesse assemelhar-se à refulgência dessa forma universal da Pessoa Suprema” (Bhagavad-Gita Cap 6 verso 12.)

“There’s a time when the operation of the machine becomes so odious—makes you so sick at heart—that you can’t take part. You can’t even passively take part. And you’ve got to put your bodies upon the gears and upon the wheels, upon the levers, upon all the apparatus, and you’ve got to make it stop. And you’ve got to indicate to the people who run it, to the people who own it that unless you’re free, the machine will be prevented from working at all.” (Bodies Upon the Gears – Mario Savio)

“Ahhhhh Chico Buarque é tão fofo!” (Minhas amigas em uníssono)

“Quem não sabe sorrir, não deveria abrir uma loja” (Provérbio chinês não relacionado com parte alguma deste podcast)

(00:14:19 – 00:55:46) Gake no Ue no Ponyo

Demorou mas assistimos e finalmente pudemos ter uma opinião pessoal sobre o trabalho mais recente do aclamado diretor e crítico do auto-sexo Hayao Miyazaki. Seria Ponyo uma bagunça sem estrutura narrativa, um momento fraco em sua carreira repleta de sucessos, ou um retorno às raízes e aos bons tempos em que Totoro andava pelo interior japonês dentro de um assustador ônibus-gato? De uma forma ou de outra, terminamos o review ensinando como fazer Ponyo frito, uma iguaria que será debatida anos à fio em tribunais por todo o mundo, que tentarão decidir se é ou não canibalismo. Enquanto as discussões éticas percorrem, aposto meu traseiro magro que os chineses não teriam problema nenhum com isso.

Um ótimo exemplo, muito bem lembrado pelo KillerHell nos comentários, de uma história contada por uma criança:

http://www.youtube.com/watch?v=WFs0gAXsDo8

Ah, o regozijo de um JCast com menos de uma hora de duração. Vocês não sabem como é ótimo postar o programa completinho, já com zip e tudo, antes da meia-noite, e sem ter perdido o dia inteiro com a edição, só algumas horas da minha tarde. Como recompensa, merecemos mensagens de voz para a centésima edição do JCast, e emails, é claro! Ambos vão para [email protected], como de praxe. Até a próxima!

O JCast Reviews #32 foi embalado ao som de:

Gake no Ue no Ponyo Original Soundtrack

Ponyo, Ponyo, Ponyo, sakana no ko! Essa musiquinha gruda que é uma beleza, vai demorar uns dias pra sair, e do jeito que minha sobrinha gostou dela, vai continuar em minha mente por umas semanas. Eu prefiro nem falar sobre a trilha sonora. Ela consegue ditar o clima de uma forma tão espetacular que esse JCast ficou umas 10 vezes mais fofo do que ele realmente é. Então escutem na edição, e baixem depois pra ouvir antes de dormir, ou quando estiverem lendo – todo mundo sabe que são as melhores horas pra se ouvir uma boa trilha sonora.