JCast #159

Rant: DC Universe Online, MMOs, Trabalho, BBC, a Tia do Yohan e o Resultado da Promoção!
Review: MD Geist II – Death Force
Participantes: Darkonix, Laivindil, Luan e Yohan

Vamos fazer algo diferente nessa introdução. Chega de comentários aleatórios sobre absolutamente nada. Vamos nos focar em um tema que não seja off-topic. Vamos falar de coisas nipônicas. Vamos postar a tradução do hino, encontrada via Google: “Possa seu reinado; Continuar por mil, oito mil anos; Até que seixos; Cresçam nos penhascos;Cobertos de musgo verde-claro.” Isso foi frustrante. É curto demais. Poderia então voltar pra raiz off-topic deste parágrafo e completar com um hino de outro país. Do Brasil, por exemplo. É belíssimo e ninguém conhece. Mas não farei isso, mantenho minhas promessas. Não vou divagar. “Laranja da China, Laranja da China, Laranja da Chinaaaa… Limão doce, abacate e tangerinaa”. É, não deu. Continue reading “JCast #159”

JCast #150

Rant: Galinhas sem cabeça, Dinossauros, The New 52 e Kamen Rider Fourze
Feedback

Participantes: Darkonix e Laivindil

Quem tem insônia é madame. Na moral. Se você não ganha acima de dez salários mínimos por mês, não tem direito a  sofrer de insônia, ou de cleptomania. Não ouse ficar deprimido nem seja diagnosticado com síndrome de borderline. Doença de pobre não pode ser tão romântica assim. E isso é ótimo, mantêm seus pés no chão. Quem tem problemas reais pra lidar adoece menos. E quando adoece uma aspirina resolve. Quando começar a sentir aquela vontade de se trancar no quarto, escrever poesias melancólicas ou atualizar seu status no Facebook com recadinhos misteriosos para desafetos em geral, pense no tanto de roupa que precisa ser lavada. Vamos cortar uma grama, alimentar uns pombos, doar pra Unicef. Ouvir JCast ajuda também. Vozes diversas metralhando informação inútil o bastante para manter seu cérebro longe de impulsos nocivos. Cientificamente comprovado. Quem ouve JCast não tem rugas de preocupação nem chora pelo leite derramado.

(00:00:34-00:31:17) Rant: Galinhas sem cabeça, Dinossauros, The New 52 e Kamen Rider Fourze

Vamos homenagear a DC Comics e relançar o JCast. Vai voltar para o número um e nossas origens vão mudar levemente. Nossa cronologia é por demais complexa e isso afasta novos ouvintes. Ninguém entende exatamente quem inventou essa merda, quem começou e quem saiu, quem entrou e quem resolveu falar de Naruto toda semana por semanas seguidas. Nossa trajetória é irregular então vamos reformular essa palhaçada. Na nova origem Laivindil e Darko são jovens herdeiros milionários que resolvem gravar um podcast para que não morram de tédio. E chamam seus empregados mais íntimos para participar, entre eles Yohan. O mais carente de todos. Grande coração. É, desse jeito pode funcionar.

Trilha: Salyu – S(o)un(d)beams

(00:32:14-1:27:02) Feedback

De vez em quando precisamos parar de recomendar coisas por dois motivos: primeiro, para que o Laivindil possa rever seu catálogo e sugerir outro anime que não seja Black Lagoon; e segundamente, para que vocês possam ter tempo de assistir tudo sem que precisem largar seus empregos. Para dar uma arejada em vocês e uma inflada em nosso ego, nós preparamos mais uma edição de Feedback. Todos os hatemails foram editados. Como só recebemos críticas negativas dessa vez, todo esse bloco teve que passar pelos meticulosos filtros de nosso avançadíssimo software de edição. Ele substitui “filhos da puta” por “vocês são incríveis” e “meus tímpanos morreram de desgosto” por “rio litros com vocês, beeshas”. Depois disponibilizaremos gratuitamente o programa.

Megurine Luka desbancará Hatsune Miku?
Madoka com mais de 1GB
Whiners.pro
ji-hi.net
Sakurai Fansub
John Smity by Gaspar Nolasco
JWave #63: K-On!
TeiaCast
Raopo
@rafaelportillo

Trilha: Noriyuki Iwadare – Gyakuten Meets Jazz Soul

Então, né, gente, mandem emails para alojcast@gmail.com, e até semana que vem!

JCast #149

Rant: Dublagem, Rei Leão 3D, Justice League #1 e os fãs de quadrinhos
Review: Megazone 23 Part I e II

Participantes: Darkonix e Laivindil

É muito tarde, você tem azia e está meio elétrico com o penúltimo episódio de True Blood. Mesmo assim tem que se recompor e vir compilar alguns parágrafos para introduzir o JCast dessa semana. As dançarinas do Faustão conseguem falsificar felicidade há décadas, você também pode fazê-lo. Então pra descontrair uma piadinha: O que acontece com um avião pilotado por um negro? Pensa aí. Anda, mais uma chance. Não sabe mesmo? É simples. Ele decola e pousa normalmente, seu racista de merda. Racismo, sexismo, o que for. Tudo isso é anulado se você for rico. Então ao invés de se juntar a causas nobres, vale mais a pena trabalhar muito para ganhar sobrenome importante e uma gorda conta bancária. Aí você pode ser gay, negro, gordo,ateu ou seja lá o que for, ao mesmo tempo até. Se não entrar em combustão espontânea, você será feliz. Pois dinheiro não traz felicidade, mas manda buscar. Já dizia o poeta. O mesmo poeta que uma vez disse: “Uma cousa não concebo e nem posso concebeire; De dia que é claro, o sol vem a nasceire; De noite que é escuro, é que ele deveria apareceire”.

(00:00:49-00:28:54) Rant: Dublagem, Rei Leão 3D, Justice League #1 e os fãs de quadrinhos

Ninguém chama ninguém de “Vadia”. Nem chama bunda de “Traseiro”. Esse tipo de dialeto pertence ao mundo das produções dubladas no Brasil, e a gente aceita por costume. Mas tais substituições não fazem muito sentido. Precisamos nos revoltar e invadir os estúdios de dublagem com tochas e faixas. Pois pra um protesto ter credibilidade nós precisamos de faixas com frases de efeito. Tochas queimam o físico, mas frases de efeito ferem o ego e entram pra história.

Trilha: Sondre Lerche and The Faces Down Quartet – Duper Sessions

(00:30:07-0:59:15) Review: Megazone 23 Part I e II

Poucas coisas representam tão bem uma época. Coloquem Physical pra tocar na vitrola, desenrolem suas polainas e façam um ninho de mafagafos no cabelo. Você vai entrar nos anos 80, época em que era legal se vestir como a Lady Gaga e jogar sinuca nos esgotos. A única coisa que não muda é a presença da famosa gordinha alternativa. E todos pilotam motos tunadas e fodásticas. E não escutam Rock. Não tem problema ouvir música mainstream. Isso é liberdade, permitam-me apontar. Megazone 23 pode até ter inspirado Matrix, mas vai no caminho oposto no que diz respeito a paleta de cores escolhida para as roupas. Mas nem só de símbologia oitentista vive esse OVA. Também temos Mechas. Metade da audiência se retira agora e permanece só a que importa. Ok, cambada, o que acontece no JCast fica no JCast. Pode vir sem medo.

Trilha: Megazone 23 Vocal Collection

Então, né, gente, mandem emails para alojcast@gmail.com, e até semana que vem!

JCast #148

Rant: Lanterna Verde, Hollywood e Mulher Maravilha
Review: Makoto Shinkai, She and Her Cat e Voices of a Distant Star
Review: 5 Centimenter Per Second

Participantes: Darkonix, Laivindil e Dri Sweetpepper

O mundo às vezes vira as costas pra você. Você começa a semana com o pé esquerdo. Não conseguiu ingresso pro Show da Britney, perdeu o VMA, descobriu que o Gerard Depardieu mijou no meio de um avião e você não estava lá pra pegar algumas gotinhas pra guardar de souvenir. Imagina, poder clonar o narigudo e ter seu próprio Bogus, o amigo imaginário. É, mas você não tem essa sorte. Você nem conseguiu convite pro Pottermore, não sabe o que fazer com o Google +, passa os dias reblogando imagens vintage depressivas no Tumblr. Já preencheu todas as correntes do Facebook e já repassou pra todos os amigos, percebendo assim que nem tem tantos amigos, pra começo de conversa. Quer ver a nova série da Sarah Michelle Gellar mas sabe que vai demorar muito ainda, não pôde ouvir a Katy Perry dublando a Smurfette, é Team Eric mas sabe que mais cedo ou mais tarde a Sookie volta pro Bill. Ou seja, não há esperança no horizonte. Sabe o recado que nós do JCast temos pra você? Não há mesmo, a única saída é ir vivendo até morrer, e pra amenizar um pouco isso pode ouvir nosso podcast e perceber que tem gente bem pior que você. “Use a inveja reversa a seu favor” Eustéquio 25:2. Não existe esse livro na bíblia. Esse versículo foi inventado.

(00:00:49-00:28:54) Rant: Lanterna Verde, Hollywood e Mulher Maravilha

No dia mais claro, na Noite mais Densa, o Filme do Lanterna não é tão ruim quanto você pensa. Versinho patético, alguém já deve ter feito, mas como já dizia o Rouge, não dá pra resistir. Pra quem não sabe, existem lanternas de várias cores, embora no filme vejamos apenas os verdes, além de um breve vislumbre dos amarelos. Espero ansioso pra ver a Tropa Fúcsia. Agora todos correm pro google pra checar A) que cor é esse e B) se realmente existe uma tropa que a represente. Eu mesmo fiz isso, já que não sabia a cor e apenas usei o nome devido a seu potencial jocoso. Me deparo com o velho e bom magenta e minha piada vai pro saco, já que é a cor das Safiras Estrelas.

Trilha: Kyary Pamyu Pamyu – Moshi Moshi Harajuku

(00:30:07-0:59:15) Review: Makoto Shinkai, She and Her Cat e Voices of a Distant Star

Makoto Shinkai finalmente é reconhecido pelo JCast. Dedicamos um episódio todo pra ele, mas antes que comecem a bocejar, saibam que seus dois trabalhos mencionados aqui são bem curtinhos. Nosso review de She and her Cat é maior que o curta em si, o que é um absurdo. Ainda assim pode ser útil. Você não quer perder 5 valiosos minutos da sua vida com algo ruim. Melhor ouvir uma análise de meia hora antes, pra convencer. Ah e quem for fonoaudiólogo por favor nos contate. Não conseguimos falar rápido e encaixar frases em inglês no meio do discurso sem gaguejar, babar e substituir a frase por uma tradução besta.

Trilha: Byosoku 5 Centimeters OST

(00:59:50-1:20:36) Review: 5 Centimenter Per Second

Esse movie é maior, tem uma equipe pra valer, ao invés de ter sido feito todo pelo Shinkai, e ainda assim consegue ser tão estranho quanto os outros. Até quando o cara vai manter essa integridade narrativa intacta? Deixará se corromper pelo sucesso e pelo dinheiro? Essas perguntas poderão ser respondidas no futuro. Por enquanto ouça o review e veja o filme, e depois dê uma ligadinha pra aquele parente que você não vê há tempos. Pra sua tia que tá no asilo. Pra seu primeiro casinho de infância. “Você é responsável por aqueles que se tornaram emos depois que te conheceram”. Acho que li a frase em “O Pequeno Príncipe”.

Trilha: Byosoku 5 Centimeters OST

Então, né, gente, mandem emails para alojcast@gmail.com, e até semana que vem!

JCast #137

Rant: Final de Smallville, Reboot da DC e X-Men: First Class
Review: Madoka Magica, sem spoilers

Participantes: Darkonix e Laivindil

Semana excitante à vista! Não seria assim de forma alguma, se não fosse pelo JCast. Somos o melhor escapismo do mundo. Você nos escuta, ganha aquele renovado ar de auto-confiança, ao perceber que não é tão estranho como a gente, e pode enfrentar a semana com muito mais amor no coração. É nossa função na vida, e por isso abusamos às vezes das bobagens. Hoje até que estamos calmos. Não vamos correr o risco de sobrepujar o tema da semana, que merece a sua completa atenção. Esqueça quem somos, e nem preste atenção nas opiniões. Como exatamente farão isso, já que estarão ouvindo o nosso review, eu não sei. Descubram. Assistir Madoka também é um teste para os seus sentidos e todos nós passamos por isso. Ah, você não passou ainda? Então ouça essa primeira parte totalmente spoiler-free e faça o favor de assistir a série toda, pois semana que vem tem mais. E ninguém será perdoado.

(00:00:25-00:27:08) Rant: Final de Smallville, Reboot da DC e X-Men: First Class

Smallville acabou e a pergunta que nos acompanhou durante dez anos ficou sem resposta. E não é a idade do Tom Welling, mas se ele fica bem ou não com a cueca por cima das calças. Não pudemos ver com clareza, no máximo um pequenino dublê digital cruzando um céu digital rápido demais para disfarçar algumas restrições orçamentárias. Propaganda enganosa. Mais do que o saco diminuido digitalmente do Brandon Routh. Sim, não sabia, menina? Dizem que ficava estranhamente evidente na cueca vermelha e poderia colocar em risco a atuação do cara, já que ninguém iria reparar muito em suas expressões faciais. Vai que o Tom Welling tinha o mesmo problema. Ou o problema inverso. De ambas as formas, a produção não poderia arcar com o problema. Melhor colocar o Red/Blue Blur bem rapidinho e todo mundo fica feliz. E por falar em heróis com vestimentas mais dignas, X-Men volta aos cinemas. Emma Frost infelizmente não pega o Scott Summers, pois pelo jeito ele ainda não tinha nascido ali. Eu gostava desse casal. Ela não pegaria de todo modo, pois ele morreu em X-Men 3. Se bem que diferenças cronológicas óbvias impedem esses filmes de coexistirem no mesmo universo. Então podemos ter X-Men 4 Goes DC Comics com personagens de vários universos e cronologias em um bacanal cósmico.

Trilha: Tokyo Jihen – Shuraba

(00:27:49-01:19:42) Review: Madoka Magica, sem spoilers

Aproveitem pois não é sempre que falamos de algo que ainda está quentinho do forno. Puella Magi Madoka Magica pode inspirar graça, desconfiança, excitação, o que for. Mas definitivamente esteve na boca de todos e roubou para si a temporada passada, que apresentou duros concorrentes. Mas não teve jeito. Menininhas com armas sempre ganham a briga. Ainda mais se for feito de uma forma nunca antes vista. E não é exagero de fanboy. Somos fanboys, mas não somos exagerados. Quando dizemos que uma série foi tão boa que abriu fendas na fábrica da realidade, nós estamos falando sério. Coisas estranhas começam a te espreitar á noite quando você assiste esse anime. E você passa a ter perigosas idéias de vestimentas para suas futuras filhas. E nunca mais você enxerga seu gato de estimação com os mesmos olhos. É uma experiência de vida. Então aproveitem que mordemos a lingua e não revelamos spoilers, e ouça sem medo. Tenha medo depois. E volte semana que vem para a épica conclusão.

http://www.youtube.com/watch?v=Wa3o0yCwHto

http://www.youtube.com/watch?v=CKRHiue2sIM

E assistam o último vídeo de uma forma interessante.

Trilha: Yuki Kajiura – Mahou Shoujo Madoka Magica Special CD 2 – OST

Está fazendo um frio SOBRENATURAL em São Paulo. Sério, me sinto na Sibéria. Como vocês sobrevivem? Persisto em minha batalha pela vida, enquanto o ar paulistano adentra meus poros como um milhão de pequenas e afiadas navalhas. Por isso me mandem emails de apoio para alojcast@gmail.com, preciso de força nessa prova de resistência que a vida me impõe. Só não venham me dizer que ainda não começou o frio de verdade, que agora é impossível! Enfim, até semana que vem, pessoas.

I Put A Spell On You