JCast #191

Participantes: Darkonix e Laivindil


Download
Sabe quando você passa horas escrevendo alguma coisa e perde logo em seguida todo o progresso, seja por algum erro no editor de texto, ou porque estava morrendo de sono às 3 da manhã e queria muito desmaiar na cama e não teve paciência de salvar tudo? Geralmente você sente aquela vontade imensa de morrer, seguida pela certeza pétrea de que nunca mais vai tocar naquela tarefa de novo, logo antes de ser tomado por profunda melancolia pensando nas palavras incríveis que você compôs e que agora estão perdidas pra sempre graças a sua pouca memória? Pois é. Eu lembro que essa introdução tinha uma referência genial a Oscar Wilde, e esse adjetivo é empregado sem reservas pois minha memória emocional é cheia de opinião. Eu falei sobre o tempo, e sobre a eternidade e citei um quote desse escritor e fiz uma piada qualquer a respeito de O Retrato de Dorian Gray. Mas a vida é feita de recomeços, de juntar os cacos e seguir em frente. E avante nós vamos, mas só após esse disclaimer, não tão genial quanto o original, mas uma corajosa tentativa assim mesmo.

  • Esse podcast foi gravado há muito tempo.
  • Já comeram Tahine?
  • Tanto tempo se passou que eu não consigo lembrar dos animes citados ou da nossa opinião sobre eles.
  • Me juntarei a vocês, ouvintes, nessa incrível jornada.
  • Tenho certeza que concordarei com a opinião dos hosts, pois as considero acima de qualquer suspeita.
  • Isso é autoestima profissional saudável, mas não se traduziria muito bem caso fôssemos personagens de reality show.
  • É importante ser humilde num reality show, mas não tanto a ponto de ser apagado e não ter seus depoimentos incluídos na edição final.
  • Não seja a PhiPhi O’hara.
  • A gente ainda tem muito podcast perdido esperando ser lançado.
  • Tahine é bom mas é bem ruim.
  • Tenho quase certeza de que fizemos um review do debate Collor x Lula.
  • A gente não ganha dinheiro com o podcast então podemos atrasar.
  • Nos ajude a ganhar dinheiro e doe através do Patreon. Assim a gente pode atrasar e inventar algumas desculpas.
  • Por enquanto a gente só se orgulha mesmo.
  • Humus com Tahine é bom, though
  • Harmagedon e Another!
  • Lembrei!
  • O tempo é um construto social.
  • Não era esse o quote do Oscar Wilde.
  • Quem aí vai na CCXP?
  • A gente podia gravar hoje coisas que parecem ter sido gravadas há anos atrás.
  • Emails serão bem vindos em [email protected].

Knurd Report #40

Participantes: Darkonix, Dri Sweetpepper e Laivindil


Download
“Nothing is so painful to the human mind as a great and sudden change.”
Mary Wollstonecraft Shelley, Frankenstein

No qual se passa algumas horas discutindo e destrinchando vários acontecimentos urgentes da cultura pop mundial (mostly american though) de uma forma muito mais profunda e enjoadinha do que essas obras merecem (exceto talvez por Riverdale, melhor série, coisa e tal). Se discute se Thor Ragnarok exagerou no pastelão ou se tornou uma obra prima, se Liga da Justiça é uma bomba acima de redenção ou se é uma bomba muito bem intencionada e se debate as razões que tornam Riverdale a melhor coisa que o CW já fez. Segunda menção só nesse texto, e a gente não faz isso com nada! Também se re-recomenda Steven Universe e The Good Place, agora com melhores argumentos de quem de fato viu todos os seus episódios, e se desrecomenda veementemente Inumanos, realizando assim um recap com tudo o que você precisa saber sobre essa produção, evitando assim que você perca a fé na Marvel. Muitos perderam a fé na Federação, mas o papo evolui pra Star Trek Discovery com o intuito de calar os haters; por falar neles, batemos um papinho sobre Rick and Morty e seu tóxico fandom, que na opinião do Darko não deve ser chamado assim (Ele é bem sensível quanto ao uso do termo). Também se reclama um pouco sobre Stranger Things 2 e Survivor, mas nada que vá abalar nosso relacionamento, caro ouvinte.

Featuring music: Cassia Eller – Try a Little Tenderness e JAY Z, Kanye West – Otis. Emails serão bem vindos em [email protected].

(00:02:52-00:08:28) Clickbaits
(00:08:29-00:20:30) Roupa da Doctor
(00:20:31-00:31:40) Pokémon: Eu Escolho Você!
(00:31:41-00:31:40) Thor Ragnarok
(01:13:15-01:27:20) Inhumans
(01:27:21-02:16:05) Liga da Justiça
(02:16:06-02:54:56) Star Trek Discovery
(02:54:57-03:05:45) Stranger Things 2
(03:05:46-03:12:27) Survivor
(03:12:28-03:16:20) The Good Place
(03:16:21-03:29:35) Rick and Morty e PAIXÃO POR SÉRIES
(03:29:36-03:45:06) Riverdale
(03:45:07-04:15:00) Steven Universe

JCast #190

Participantes: Darkonix, Laivindil e Dri Sweetpepper


Download
Já começamos a ver as primeiras decorações natalinas, indicando que 2017 se vai como um ano totalmente sem personalidade. Assim como Kingsman: The Golden Circle, esse ano é apenas uma sequência que mostra as mesmas coisas que seu predecessor (2016 nesse caso) só que maiores, mais barulhentas e exageradas. Nada que tenha acontecido esse ano foi original ou inesperado; Um grande 2016.2 que vai embora deixando um bafo indistinto de ordinariedade. O que isso quer dizer? Assim como a ideologia de politicos populistas, esse raciocínio não quer dizer absolutamente nada e não possui nenhum tipo de aplicabilidade prática. Serve só pra direcionar conversas depressivas pós-maconha. Ou texto de introdução do Jcast naquele episódio intenso que coloca o dedo na ferida. E agora entramos no mundo do clickbait. Baixe nosso mais recente episódio e você vai pirar com as revelações que te aguardam.

Antes de desafiar sua percepção de mundo e mudar todos os paradigmas da existência, preste atenção aos avisos:

  • A Criada é um filme coreano, portanto está na moda
  • Eu sou da época do Jpop
  • Não entendemos como o kpop pode ter dominado a preferencia da juventude
  • Pode ser meio genérico as vezes
  • Mas eu amo o GDragon
  • A Criada faz parte da obsessão que seu diretor tem por histórias de vingança
  • E talvez pornô lésbico
  • É tão mais que isso, mas a piada é fácil
  • Japoneses sempre são meio vilões em produções de época produzidas por não-japoneses
  • Sim, tem japoneses nesse filme, em teoria
  • É basicamente Jpop v Kpop
  • Não é nada disso, em absoluto
  • Não se pode dar muitos detalhes sobre esse filme
  • É útil saber de antemão que tesoura não é a posição favorita das lésbicas
  • Não somos lésbicas mas tivemos consultoria
  • Acesse esse link e tire você mesmo suas conclusões
  • Dá vontade, né @Brokeback?
  • Vale a pena maratonar cinema coreano
  • Explore novos pontos de vista
  • Eu vi um filme russo que foi distribuido no Brasil apenas com dublagem em inglês
  • Foi a pior dublagem que eu já ouvi na minha vida
  • O estúdio talvez tenha considerado o idioma Russo muito intenso pro confuso público nacional
  • Não se assustem com o coreano
  • Não vocês, kpoppers, eu estou tendo uma rápida palavrinha com os descrentes
  • O filme não foi financiado pela Coréia do Norte
  • Toda uma Coréia desperdiçada. Eles bem que podiam devolver
  • Assistam ao filme antes do podcast. Ok, temos todo um bloco sem spoilers, mas desafie a si mesmo
  • Emails serão bem vindos em [email protected].