JCast #169

Rant: Avenida Brasil, Revenge, House, Brave, Spider-Man
Preview: Temporada de Verão 2012
Participantes: Dri Sweetpepper, Yohan, Darkonix e Laivindil

Choque literário não é descobrir que Uma Cilada para Roger Rabbit foi baseado em um livro adulto, ou que o bestseller mommy’s porn do momento, 50 Shades of Grey é originalmente uma fanfic de Crepúsculo. Boquiaberto você fica quando descobre que John Grisham fez uma série de livros infanto-juvenis no estilo “nome próprio-subtítulo detalhando a aventura da vez”. Claro que ele não tocaria no sobrenatural e é por isso que Theodore Boone é um “Menino Advogado”. É engraçado, é como se o Boy George entrasse pra esse mercado e fizesse “Danny Tranny, The Girl Without a Cunt”. Cada autor fica na sua zona de conforto, embora eu deva lembrá-los que JK Rowling não é uma bruxa nem conviveu com essa raça. Estou prestes a lançar a série “Vaginas Horizontais: O Báculo do Consolo” e nem por isso sou ninfomaníaco ou conhecedor profundo da arte do sexo. Sabiam que o Kama Sutra não é um livro dedicado a sacanagem? Na verdade Kama é o prazer luxurioso que só pode ser alcançado através de Artha que fica muito difícil ser mantida se não houver prática responsável do Dharma. Mas nada disso importa, afinal a gente quer mesmo é Moksha. E chocolate. E que Once Upon a Time pare de forçar a barra e se atenha apenas aos contos de fadas. Aladdin não é um conto de fadas, muito menos Mulan. Eles estão descaradamente fugindo do tema e adaptando qualquer coisa que tenha sido tocada pela Disney. Não me espantaria se o Galinho Chicken Little desse uma aparecida. Mais absurdo que usar portão elétrico no modo manual. Abel Santa Cruz é que foi um cara feliz. Enquanto a Televisa for viciada em remakes, seu nome viverá sob os holofotes. Continue lendo “JCast #169”