JCast Reviews #31

Finalmente nós vamos falar de Evangelion. É um review datado por natureza, pois novas versões desse movie surgirão nos anos vindouros, provavelmente nunca acabarão de sair. Material suficiente para um podcast temático de Evangelion, somente. Por enquanto, nos focamos na mais recente versão do Eva 2.22 You Can (Not) send us some money so we can make one podcast-a-day. E isso não foi uma mensagem subliminar, pois falamos disso no áudio e a idéia não me sai da cabeça. A não ser que seja ilegal. Se for, jogaremos umas crianças necessitadas no mix. De alguma forma.

(00:01:03 – 00:06:31) Introdução

Rantings sem noção, e como sempre testando os limites da legalidade. Admitir no ar ter assistido a um documentário sobre crianças transexuais é crime? Bem, se a condição hormonal dos pequerruchos não o for, certamente ter visto pelo youtube o é. Nada disso muda o fato de que, (a) uma mulher não pode nunca ser um homem completo sem um pênis e, (b), um pênis não impede um homem de ser mulher. Pelo menos pra mim. O Darko acha os pênis tão desprezíveis que por ele todos seríamos mulheres e lésbicas. E não, os pais dele não sabem disso.

http://www.youtube.com/watch?v=EPffj8k7iLk

(00:06:48 – 01:19:25) Evangelion 2.22

Evangelion 2.22 é um soco no estômago. Ver esse filme nas telonas do cinema deve ter sido uma experiência magnífica e, a julgar pelo tempo que os japoneses levam para lançar os filmes, talvez até o 4º e último exemplar da saga nós sejamos capazes de ir ao Japão conferi-lo em grande estilo. E entendendo o japonês. Pois Eva já é complicadinho demais com legendas, imagine sem elas. A trama em si é bem simples depois que você pensa a respeito. Mas discuti-la com seu amigo fanboy a torna muito mais controversa. E nem estou falando de referências religiosas. Yohan nos ajuda a botar lenha na fogueira aqui, e Luan nos ajuda com sua aura de mal-humor, permanecendo absorvido em Doctor Who durante toda a gravação e não dizendo uma palavra sequer. Okay, ele levanta a sobrancelha na parte das crianças transexuais e solta uns grunhidos a cada menção da calcinha da Asuka. E é tudo o que terão dele. Em compensação, discussões sobre o filme, sua relevância, comparações com a série e impressões gerais vocês terão de monte. Pelo menos em uma coisa todos concordamos: a espera para a terceira aventura se tornou bem mais sofrida.

Participações do Darko no J-Wave:
J-Wave #9.99: Evangelion – Parte 1
J-Wave #10: Evangelion – Parte 2

Vamo lá pessoal, quero ver discussão sobre Evangelion, ou na próxima edição xingo a mãe do Hideaki Anno! Se irritou com nossos questionamentos? Eva é uma obra suprema, inquestionável, melhor que Shakespeare, Dostoievski, Scorsese, Lost, a Bíblia, a Coleção Vagalume e o almanaque da Dinastia Pato? Então mande emails para [email protected] e comenta aí em baixo também. Até a próxima!

O JCast Reviews #31 foi embalado ao som de:

Evangelion 2.0 Original Soundtrack

Cara, que trilha. Dois cds, com quase 60 faixas e que passam pelos mais variados estilos, além de insert songs maravilhosas. A trilha sonora reflete o cuidado que estão tendo e a grandiosidade que querem dar pra esses filmes, então vale muito a pena conferir. Só não se assustem com a tamanho, que a versão que eu achei tinha 370mb.